Babies, Dicas de Compra, Saúde e bem estar

Será o fim para Maria Eduarda?!?!?



Meu relato de hoje é sobre um problema comum em bebês: a dermatite atópica. Também conhecida por eczema (definição aqui). Vim contar o quanto tenho lutado contra as intermináveis dermatites de Maria Eduarda.

 

Desde sempre ela apresenta manchas na pele que muitas vezes parecem até feridas. Horrível! Dá um dó só de ver! Sem contar com o fato de que algumas pessoas olham para a criança como se ela tivesse com alguma doença contagiosa e enchem a mãe de perguntas. Afff! Povo sem noção!!!

Em que pese saber que é algo comum nos bebês, nunca me conformei com essas “marcas” na pele dela e a levei em diversos médicos para investigar o caso e tentar minimizar a “feiura”. Enfim, já sabedora de que é comum, não contagioso, indolor e praticamente sem possibilidade de sumir com facilidade, nada me conformou e sempre “reclamava” sobre o fato. Tentei de tudo! Amilia, Kamilossan, Bepantol, A + D, Cetaphil Advanced e até medicamentos à base de corticoide.

Nada deu jeito até que uma amiga (a Paty da Arte & Restauro – qualquer dia posto sobre ela e seu lindo ateliê!) me indicou um produto americano (tinha que ser!), da marca Aveeno, próprio para tratar desse mal! AVEENO ECZEMA THERAPY MOISTURIZING. Veja aqui!

Uma outra amiga que estava por aquelas bandas trouxe para mim e com 2 dias de uso a pele de Maria Eduarda estava totalmente diferente! Melhorou demais!!! Quase zerou! Depois de usar (sei que deveria ter feito antes! rsrs!), perguntei à pediatra e à dermatologista dela se poderia continuar usando. Após saber que tipo de componentes existem no creme, as duas me disseram que sim!

O creme é feito com aveia e emolientes ricos de forma que aliviam possíveis coceiras (não era o caso dela, mas está na descrição do produto) e os sintomas da pela extra seca.

O fabricante relata, ainda, que “em um estudo clínico realizado pelo principal centro de pesquisa eczema, mais de 90% dos bebês apresentaram melhora em vários sintomas do eczema incluindo aspereza, ressecamento e descamação, quando usado diariamente”.

Outras instruções do fabricante para ajudar a aliviar eczema são:

1- deixar que a pele do bebê respire, não o deixando superaquecido, e

2- vestir o bebê com tecidos suaves e naturais, como o algodão. Evitar a lã e outros materiais que “arranham” para não irritar a pele!

Ainda não achei desse produto aqui no Brasil, mas já providenciei meu estoque! rsrs!! Recomendo demais, pois na minha filha tem funcionado e tomara que funcione sempre!!!!


 


 



  • Sarah Boczar

    Oi Carol!
    Li o seu relato e sei que existe aqui no Brasil um creme chamado Aveno, o laboratório é Galderma, o principal componente dele também é a aveia. Só não sei se pode ser usado em crianças, teria que perguntar a algum pediatra. Que bom que a Maria Eduarda melhorou! Estou adorando o babydicas, sempre dou uma espiada para ver as novidades. Parabéns! beijos, Sarah

  • Oi Carol… já vou comprar o creme para o meu Bernardo, que tadinho, tb sofre desse problema… já passei de tudo tb… e agora estou no creme com corticóide e não está adiantando… a madrinha dele está indo para o exterior e já vou encomendar… tomara que dê certo com ele tb, pq a dele coça tadinho… ele fica bem irritadinho… e voltamos agora da praia e está bem pior por conta do calor… depois te conto se deu certo com ele…
    besos

  • Sarah, que bom vc por aqui!!!! Que boa noticia tb! Vou procurar saber sobre esse da Galderma! Tomara que seja a mesma formula e que a pediatra libere! Será infinitamente mais prático! Obrigada pela dica!!! Bjssss

  • Carol

    Cris, tomara que dê certo!!! Já estou na torcida! Manda notícias, tá? Bj e boa sorte!!!

  • Marianna Cannalonga

    Oi Carol! Mesmo não sendo mãe, apenas tia e madrinha super babona, adorei a dica! Vou repassar para uma amiga que está passando pelo mesmo problema com sua pequena. Espero que funcione assim como funcionou para a Maria Eduarda. Beijoca e fica com Deus!

  • Carol

    Mari Cannaaaaaa!! Que bom ter vc aqui!!! Saudades, menina!!! Obrigada pela presença! Tomara que dê certo também com o baby de sua amiga!!! Volte aqui para contar, tá? Beijocas pra vc e demais Cannas!

  • Rafaella Milano

    No meu baby tenho usado um talco cremoso chamado ecosensiv, a pediatra que indicou. Sua composição é 100% ORGÂNICA:
    – Não contém CONSERVANTES
    – Não contém PARABENOS
    – Não contém DERIVADOS DO PETRÓLEO
    – Hidrata, acalma e suaviza a pele lesada por eczemas, dermatites e brotoejas
    Com Aloe Vera, Aveia, Camomila, Óleo de Amêndoas, D-Pantenol, Alantoína, Amido de Alfa-Bisabolol
    Ele é maravilhoso, nada resolvia e quando comecei a usar no segundo dia a pele do Lucas ja estava lisinha e linda como deve ser!!!!! Recomendo 100%
    Beijos

    • Carol

      Oi Rafaella! Obrigada pela dica!!! Vou checar com a pediatra da minha filha se posso testar esse talco!! É sempre bom termos mais de uma opção! Beijos

  • Anne

    Oi Carol, eu elembro de ter visto sua pequena lá na academia com as feridinhas no rosto. Minha bebê tem a mesma coisa. Li muito sobre essa doença e ela é hereditária. Meu marido tem e é bem forte, e eu também tenho em um grau menor. Levamos ela num alergista pediatrico e de cara ele falou o que no fundo a gente já sabia: era dermatite atópica. Ele mostrou fotos horríveis de crianças com essa doença e fiquei muito triste e chateada, porque as crianças estavam muito machucadas… Na ocasião ele indicou dois medicamentos: um a base de corticóide e outro com mais eficácia e sem corticóide: Protopic. É uma pomada pequena e cara, mas vale muito a pena. Quando levamos ela ao médico estava muito machucadinha, foi só passar o protopic e melhorou. E até hoje estamos usando ele, apenas 1 vez ao dia. No restante hidratamos sempre com Fisiogel.Melhorou bastante e só aparece quando esta muito quente.
    Adorei a dica do Aveeno e fica a dica do Protopic, tem outro similar mais caro também.
    Beijos.

    • Carol

      Oi Anne!!! Obrigada por sua participação e dica!!! Por enquanto não precisarei testar outra coisa, pois o avenno tem dado muiiito certo na pele da Maria Eduarda. Ela nunca mais teve a temida dermatite! Acredita?!?! E vc bem deve lembrar o quanto a pele dela estava sofrida, né?!?! Mas toda dica é válida, pois se não servir para uma mãe certamente servirá para outra!!! Obrigada por compartilhar!!! Um beijão!!!