Babies, Dicas de Compra, Saúde e bem estar

Será o fim para Maria Eduarda?!?!?



Meu relato de hoje é sobre um problema comum em bebês: a dermatite atópica. Também conhecida por eczema (definição aqui). Vim contar o quanto tenho lutado contra as intermináveis dermatites de Maria Eduarda.

 

Desde sempre ela apresenta manchas na pele que muitas vezes parecem até feridas. Horrível! Dá um dó só de ver! Sem contar com o fato de que algumas pessoas olham para a criança como se ela tivesse com alguma doença contagiosa e enchem a mãe de perguntas. Afff! Povo sem noção!!!

Em que pese saber que é algo comum nos bebês, nunca me conformei com essas “marcas” na pele dela e a levei em diversos médicos para investigar o caso e tentar minimizar a “feiura”. Enfim, já sabedora de que é comum, não contagioso, indolor e praticamente sem possibilidade de sumir com facilidade, nada me conformou e sempre “reclamava” sobre o fato. Tentei de tudo! Amilia, Kamilossan, Bepantol, A + D, Cetaphil Advanced e até medicamentos à base de corticoide.

Nada deu jeito até que uma amiga (a Paty da Arte & Restauro – qualquer dia posto sobre ela e seu lindo ateliê!) me indicou um produto americano (tinha que ser!), da marca Aveeno, próprio para tratar desse mal! AVEENO ECZEMA THERAPY MOISTURIZING. Veja aqui!

Uma outra amiga que estava por aquelas bandas trouxe para mim e com 2 dias de uso a pele de Maria Eduarda estava totalmente diferente! Melhorou demais!!! Quase zerou! Depois de usar (sei que deveria ter feito antes! rsrs!), perguntei à pediatra e à dermatologista dela se poderia continuar usando. Após saber que tipo de componentes existem no creme, as duas me disseram que sim!

O creme é feito com aveia e emolientes ricos de forma que aliviam possíveis coceiras (não era o caso dela, mas está na descrição do produto) e os sintomas da pela extra seca.

O fabricante relata, ainda, que “em um estudo clínico realizado pelo principal centro de pesquisa eczema, mais de 90% dos bebês apresentaram melhora em vários sintomas do eczema incluindo aspereza, ressecamento e descamação, quando usado diariamente”.

Outras instruções do fabricante para ajudar a aliviar eczema são:

1- deixar que a pele do bebê respire, não o deixando superaquecido, e

2- vestir o bebê com tecidos suaves e naturais, como o algodão. Evitar a lã e outros materiais que “arranham” para não irritar a pele!

Ainda não achei desse produto aqui no Brasil, mas já providenciei meu estoque! rsrs!! Recomendo demais, pois na minha filha tem funcionado e tomara que funcione sempre!!!!