Comportamento, Dicas, Saúde e bem estar

Primeiros Socorros – ENGASGOS

Primeiros socorros em caso de engasgos em bebês, crianças e adultos. Saiba o que fazer, como reagir e agir na hora que se deparar com alguém engasgando.

 

primeiros socorros em engasgos

 

Aprendi com Ana Cynthia uma manobra que até hoje faço em Maria Eduarda quando ela engasga e posso garantir que funciona e já até livrou minha pequena de algo ainda mais grave!!! Dessa forma, apresento-lhes  um artigo de  autoria da Enfermeira obstetra e neonatologista Ana Cynthia Paulin Baraldi.

Obrigada, Ana Cynthia! Tenho certeza de que ajudarás muitas famílias a livrar seus bebês/crianças dos quase inevitáveis engasgos, assim como fez comigo!!!!

PRIMEIROS SOCORROS – ENGASGOS

Por Ana Cyntia Paulin Baraldi

Quem tem bebê ou criança pequena em casa deve estar sempre atento para o risco de acidentes domésticos. Os mais comuns são acidentes na cozinha, principalmente queimaduras, afogamento em piscina, baldes com água e até em vaso sanitário, ingestão de produtos tóxicos, como produtos de limpeza ou medicamentos e aspiração de corpos estranhos.

A atenção deve ser redobrada principalmente quando os bebês começam a caminhar e escalar os móveis.

Vamos falar neste post especificamente da asfixia por aspiração de corpos estranhos, ou “engasgamento”, que pode também ser causado por alimentos e até mesmo leite. Os adultos também não estão livres desse risco, e saber socorrer nesses casos pode salvar vidas.

1. Como perceber se uma pessoa está engasgada?

Em geral, os engasgamentos são provocados por obstrução parcial ou total das vias aéreas (nariz, garganta e traquéia). Quando parcial, a pessoa consegue falar e tossir; já na obstrução total a pessoa não consegue ter nenhum tipo de reação. Os sinais e sintomas mais comuns são tosse, cianose (pele azulada/pálida), dilatação das veias do pescoço e perda da consciência.

2. Como socorrer?

BEBÊS:

Observe se o bebê consegue tossir/respirar. Se a resposta for negativa, peça para alguém ligar para o socorro (193) enquanto você inicia as manobras; se estiver sozinho, tente desengasgar o bebê por 2 minutos antes de ir atrás de ajuda:

1- Vire o bebê de barriga para baixo, deitado sobre seu antebraço e com a cabeça em um nível mais baixo do que o resto do corpo. Cuidado para não obstruir o nariz e a boca do bebê com suas mão.

2- Dê 5 “tapas” nas costas, entre as omoplatas, conforme a figura 1.

3- Em seguida, vire o bebê de barriga para cima, apoiado no seu antebraço e faça 5 compressões torácicas, com os dedos indicador e médio, na linha entre os mamilos (figura 2).

4- Tente visualizar o corpo estranho abrindo a boca do bebê; só tente retirar com os dedos se conseguir visualizá-lo; caso contrário, você pode estar empurrando o objeto para baixo e piorando a situação.

5- Repita o procedimento até que a expulsão do corpo estranho ou que a criança se torne responsiva e reaja.

Clique aqui para assistir a um vídeo bem didático que demonstra como realizar a manobra

CRIANÇAS MAIORES DE 1 ANO E ADULTOS:

Realize compressões abaixo das costelas, com sentido para cima, abraçando a criança por trás, até que o corpo estranho seja deslocado para cima e expelido.

Ainda, se o engasgo acontecer com você, é possível tentar a manobra sozinho, utilizando uma cadeira, como na figura abaixo:

Se o bebê/criança/adulto sofreu uma parada cardiorespiratória secundária à obstrução, chamar socorro imediatamente (193) e iniciar as manobras de reanimação cardiopulmonar, conforme pode ser visto aqui

IMPORTANTE: Prevenir a aspiração é a medida mais eficaz para evitar sustos! As dicas abaixo para prevenção de acidentes por aspiração de corpo estranho  foram retiradas do  site da sociedade brasileira de pediatria:

Recomendações de prevenção

O que você deve fazer para evitar que seu filho engasgue?

Não ofereça alimentos a crianças menores de 4 anos, sem amassar e desfiar as fibras.

Não deixar pedaços de alimentos no prato, principalmente os arredondados.

Os seguintes alimentos são de risco potencial para a aspiração: sementes, amendoim, castanha, nozes, milho, feijão, pedaços de carne e queijo, uvas inteiras, salsicha, balas duras, pipoca, chicletes.

Mantenha os seguintes itens da casa, longe do alcance de crianças menores de 4 anos: balões, moedas, bolinha de gude, brinquedos com peças pequenas, bolas pequenas, botões, baterias esféricas de aparelhos eletrônicos, canetas com tampa removível.

O que você pode fazer para prevenir o engasgo e aspiração:

  • Estar ciente das manobras de desobstrução que você pode fazer em casa, citadas acima.
  • Insistir para que as crianças comam à mesa, sentadas. Evite alimentá-las enquanto  correm, andam, brincam, estão rindo e não deixá-las deitar com alimento na boca.
  • Corte os alimentos em pedaços bem finos e ensine a criança a mastigá-los.
  • Supervisione sempre a alimentação de crianças pequenas.
  • Fique atento às crianças mais velhas. Muitos acidentes ocorrem quando irmãos ou irmãs mais velhas oferecem objetos ou alimentos perigosos para os menores.
  • Evite comprar brinquedos com partes pequenas e mantenha objetos pequenos da casa fora do alcance das crianças.
  • Siga a recomendação da embalagem dos brinquedos, com relação à idade ideal para aquisição.
  • Não deixe crianças pequenas brincarem com moedas.

Ana Cyntia Paulin Baraldi é enfermeira obstetra e neonatologista, formada pela USP de Ribeirão Preto. Tem mestrado na área de Saúde da Mulher (USP) e atualmente é docente do Departamento de Enfermagem da UnB. Faz atendimentos domiciliares para acompanhamento de trabalho de parto, parto, pós parto, aleitamento materno e cuidados com o bebê.

E vale lembrar: para solicitar ajuda aos bombeiros, disque 193.



  • Virginia

    Parabens pelo artigo postado!

  • – Só corrigindo, 193 não é o número do Pronto Socorro e Sim do Resgate!
    Tem varios videos de simulação no youtube.com, é simples basta digitar, como socorrer Bebês engasgados, tem videos com bombeiros, médicos entre outros de fontes confiaveis,
    os corpos de bom beiros costumam dar cursos, de graça, para esse tipo de situação entre outras.