Babies, Comportamento, Kids, Relacionamento a dois

Paternidade: na visão de um pai (aliás, do melhor pai que meus filhos poderiam ter!)



Hoje o post é escrito pelo meu marido lindo e pai incrível, Eduardo! Ele dá a sua visão sobre a paternidade de uma forma engraçada e muito realista, aliás, é a opinião mais do que sincera dele a respeito do que é ser pai!!!

Aproveitando, a todos nossos leitores, papais, um Feliz Dia dos Pais!!! Vocês fazem toda diferença na vida dos seus filhos, nunca se esqueçam disso!!!

Beijos,

Bárbara

                                       ————————————————–

A beleza da paternidade está na inocência do sorriso do seu rebento, aquele ar de segurança que ele sente só de estar no seu colo, os pedidos incessantes para que você conte uma estória para ele dormir, o banho juntos, a caminhada no parque… Como é bom ser pai!… OK, deixemos de lado o Paraíso e vamos direto ao Padecer!

Quem disser que ser pai é fácil está mentindo, até para aqueles pais que não participam da criação do filho tem seu lado ruim, mas o pai que passou ao lado da mãe durante os 7 ou 9 meses, ou melhor, o que estava desde a fecundação até o estouro da bolsa e a corrida frenética até o hospital, sabe a aventura que é ser pai.

A responsabilidade financeira, os planos para o futuro,  a estabilidade emocional, éééééé…

Ser pai é quase ser um profeta,  porque os filhos fazem cada pergunta que você chega a duvidar de onde eles tiram essas idéias, e o pior, você responder cheio de rodeios e no final ele diz: “Mas na televisão ou internet não diz assim!”; pois é, vá explicar para o seu filho como são feitos os bebês à moda antiga, que até é capaz da cegonha descer  para bicar sua cabeça e te fazer acordar.

Agora a parte principal, TEMPO! O tempo sempre se fecha quando encontramos uma brecha para o casal sair, parece que eles adivinham: “ Pronto, MEU PAI e MINHA MÃE vão sair e é agora que eu começo a chorar!

Nossaaaaa Dai-me paciência Senhor nesse momento em que terei que contar mais uma estória incrível para meu eterno bebê dormir, e o pior; sem que eu durma também, sem acelerar ou pular os parágrafos, sem amassar a roupa, sem acelerar os parágrafos, sem a roupa passada, sem pular as pessoas, sem os parágrafos amassados, sem zzzzzzzzzzzzzzz!

Duas horas depois,  você acorda achando que se passaram 5 min e quando olha para o relógio vê que aquela reserva no restaurante já era!

Já a esposa encontra-se na sala deitada no sofá toda produzida , mas transitando entre o 5° e o 6° sono; mas você não pode perder essa noite na balada, então acorda sua mulher e, quando estão abrindo a porta para a tão esperada noite, aquele pequeno ser abençoado por Deus e bonito por natureza diz: “Vai pra onde? Vai me deixar?”

Que saudade daquele tempo que em apenas 10min eu estava pronto com um jeans da moda, tênis e camisa, o carro ligado e o celular tocando com os amigos dizendo que só faltava eu…. kkkk , Já era! .

Ter filho é renuncia, é abdicação, então você volta para colocá-lo na cama, e ele te olha nos olhos e diz:” Papai, você é lindo! Eu te amo !” OK , game over, meu coração é seu, sou louco por você.

Como é bom ser pai, e não há lugar no mundo melhor que estar abraçado com seu filho e sentir o sabor do que é o amor verdadeiro.



  • Karen

    Adorei.. que lindo! realmente ser pai é abdicar de uma vida prática e se entregar ao amor verdadeiro.

  • Tathy

    Adorei, porque aqui só muda o endereço. Bjsss e feliz dia dos pais!!!