Alimentação, Destaque, Kids, Mommies & Goodies, Mommy to be, Nutrição, Saúde e bem estar

Na cozinha: nhoque de batata doce

A partir de hoje vou começar a postar as receitas de comidas que fazem sucesso aqui em casa. Seja comigo ou com as crianças, afinal, o que é bom tem que ser compartilhado, né?!? Ontem à noite fiz um nhoque de batata doce, que ficou dos deuses. Tanto que o repeti no almoço de hoje. O melhor, é uma receita fácil, rápida e super saudável, já que leva basicamente, batata doce e aveia.

Eu vi algumas receitas que usam a farinha de aveia ou o farelo. Como estava desejando comer o nhoque, mas não queria fugir da dieta, usei a aveia em flocos finos e deu super certo.

nhoque de batata doce light

 

Vamos lá para a receita?!?

INGREDIENTES:

2 batatas doces médias

3 xícaras de aveia em flocos finos (pode ser a farinha ou o farelo de aveia também)

1 ovo

1 colher (sopa) de azeite

pimenta do reino à vontade

sal rosa do himalaia

PASSO A PASSO:

  1. Cozinhar as batatas doces sem casca por 25 minutos;
  2. Após cozidas, espremer até o ponto de purê;
  3. Coloque sal e pimenta do reino ao seu gosto;
  4. Aguarde até que fique frio e junte o ovo e o azeite, misture tudo com as mãos;
  5. Vá acrescentando a aveia até o ponto de soltar da mão. Pode ser que use mais ou menos aveia, por isso é importante ir acrescentando aos poucos.
  6. Divida a massa em duas;
  7. Numa superfície lisa (usei uma tábua de corte), vá enrolando a massa como se fosse uma cobra de massinha (sim, as crianças também podem ajudar);
  8. Corte pequenos pedaços – coloquei com uns 2,3 centímetros e reserve;
  9. Ferva água numa panela grande;
  10. Quando a água ferver, vá colocando os pedaços do nhoque; não coloque tudo de uma vez
  11. Quando o nhoque subir, é a hora de retirar.

Para o molho, usei molho de tomate pronto e atum; mas aí fica por conta do gosto de cada pessoa. Os meninos adoram com molho bolonhesa (e quando é pra eles, uso o molho de tomate feito em casa mesmo).

Façam e depois me digam se não é simplesmente divino, tá?!?

Beijos,

Bárbara Sarkis