Mommies & Goodies, Reflexões de Mãe

Mãe não tem obrigação de aguentar tudo



Mãe não tem obrigação de aguentar tudo. Muito se é cobrado da mulher que é mãe. Cobra-se a perfeição como mãe, esposa, profissional e até mesmo amiga. Mas desde quando as pessoas são perfeitas? Ninguém o é e, assim sendo, ninguém deveria cobrar isso de uma mãe.

O fato de ser mãe não é quer dizer que temos que aguentar todas as birras de um dos filhos sem perder a cabeça. Gente, tem momentos que são insanos e até mesmo um monge budista tibetano perderia a cabeça.

Então se você presencia uma mãe sem paciência em determinado momento com seu filho, não quer dizer que ela seja daquele jeito 24 horas por dia.

O fato de ser mãe não quer dizer que a casa tem que estar arrumada 24 horas por dia. E aí, pouco importa se a mãe trabalha fora, se a mãe trabalha em casa ou até mesmo se a mãe é dona de casa. Em casa que tem criança pequena, tem brinquedo espalhado. Tipo assim “aceita que dói menos”.

Leia também: A maternidade é difícil quando não se tem ajuda

O fato de ser mãe não quer dizer que ela tem que aceitar as imposições da sociedade em fazer tudo como a “cartilha da maternidade perfeita” – o filho não pode chupar chupeta, o filho não pode tomar fórmula, o filho não pode dormir na cama dos pais (ou ainda, o filho só será plenamente feliz se dormir na cama dos pais).

Cada pessoa sabe o que se aplica à sua realidade e aí o que as pessoas “de fora” precisam entender é que não se deve julgar a escolha de cada família.

Então, sendo bem objetiva, mãe não tem que aguentar birra de filho o tempo, ela tem direito de perder a cabeça, sim, vez ou outra também. Mãe tem direito de ficar cansada, de chorar e até mesmo de querer desparecer do planeta, quando o cansaço bater.