Destaque, Gestação, Mommy to be

Já ouviu falar em “cesariana natural”?



Recentemente li um artigo sobre um tipo de parto que encheu meu coração de alegria e esperança. É a chamada “cesariana natural“, que é um novo método de cesária que tem se popularizado na Inglaterra.

A “cesariana natural” é uma técnica que, segundo alguns especialistas e grávidas, proporciona ao bebê um nascimento menos angustiante e de uma forma mais calma. E teve uma inglesa, Sarah Saunders, que não só passou por este procedimento, como também gravou para mostrar uma das cenas mais lindas que já vi. Ela publicou o vídeo no YouTube, e eu o coloco logo abaixo.

O método permite que o bebê saia da barriga sozinho em vez de ser retirado às pressas pelos médicos. Na prática, o cirurgião faz a incisão no útero e tira para fora somente a cabeça do recém-nascido, que é deixado livre para projetar os próprios ombros, semelhante ao que acontece em um parto normal. O procedimento chega a durar até quatro minutos, como mostra a gravação da inglesa.

 

Na gravação, realizada na maternidade Torbay, em Devon, o bebê se projeta sozinho para fora da barriga da mãe através do corte. “Se você não puder dar à luz naturalmente, ter uma cesariana natural é a melhor coisa”, escreveu Sarah na descrição do vídeo.  “Uma experiência de parto que vou amar para sempre.”

Leia também:

Nos comentários, diversas mulheres descrevem o nascimento como “bonito” e “incrível”. Em entrevista ao Daily Mail, a parteira Belinda Green disse que muitas mães relataram um vínculo maior com seus filhos depois da experiência. “A demanda por este tipo de procedimento continua crescendo e eu tenho sido contatada por muitas mulheres”, relata.

“Após a incisão, a mãe é capaz de ver seu bebezinho esquivar-se sozinho. É um momento muito especial, que é perdido na cesariana comum”, acrescenta a parteira sênior Jenny Smith, do Hospital Queen Charlotte, do Chelsea.

Ou seja, se a mulher não conseguir ter um parto normal e tiver que passar por uma cesariana, por que então não deixar o procedimento cirúrgico mais natural?

Eu não passarei por uma “cesariana natural” (por motivos da fábrica ter sido fechada), mas ficarei na torcida para que os médicos brasileiros mudem a prática atual e passem a fazer “cesarianas naturais”, afinal, para o bebê é muito melhor, além da mãe também poder curtir o real nascimento do bebê.

Me contam o que vocês acharam desse novo método?

Beijos,

Bárbara Sarkis