Alimentação, Babies

Consistência das papinhas mês a mês



Que o método BLW de alimentação já tomou conta da cabeça da maior parte das mães, isso não é novidade, mas, claro, muitas ainda têm dúvidas sobre como realmente ofertar os alimentos para o bebê através deste método. As mães que não desejam seguir o BLW têm dúvidas sobre a consistência das papinhas mês a mês no método tradicional.

A Mich Moraes, nutricionista e autora do blog Comidinhas de Bebê, me mandou um direct no Instagram com imagens da consistência das papinhas mês a mês no método tradicional e a quantidade de comida no método BLW – um comparativo entre os dois! -, e mesmo não tendo mais bebê na fase da introdução alimentar por aqui, eu me apaixonei, e pedi permissão para poder trazer as imagens aqui para o Baby Dicas, porque tenho certeza de que irá agregar bastante na vida das mães que estão iniciando a introdução alimentar.

quantidade-alimento-bwl-6-meses

Leia Mais:

quantidade-comida-BWL-7-meses

quantidade-comida-BWL-8-meses

quantidade-comida-BWL-9-meses

quantidade-comida-BWL-10-meses

quantidade-comida-BLW-11-meses

Aos 12 meses a criança já está apta a comer as mesmas comidas que toda a família, claro que, a comida deve ser saudável, né?

Sugiro que você também sigam o IG @comidinhasdebebe, porque lá tem muita informação bacana e de qualidade, além de acessar o blog também, afinal, os hábitos alimentares saudáveis são adquiridos desde cedo.

Se me perguntarem qual o melhor método, a resposta será a que couber melhor no dia a dia da família. Eu acho sensacional o BLW, tanto que o Pedro foi praticamente, depois dos 7 meses, só BLW, afinal é prático, não nos demanda tempo para ficarmos fazendo papinhas que, ainda podem ser desperdiçadas, afinal, nem sempre o bebê come.

No entanto, conheço famílias que são extremamente ansiosas e angustiadas, que a qualquer tosse do bebê ficam apreensivas, então o BLW não seria o método mais indicado de introdução alimentar, porque, muitas vezes, o bebê tem um princípio de engasgo – mas vale a pena salientar aqui que o bebê tem um mecanismo natural, caso algum alimento “desça” pelo lugar errado – então caso ele esteja comendo, e comece a tossir, logo ele colocará o alimento para fora. Óbvio que todo cuidado é pouco, às vezes, o alimento tem uma espessura mais grossa e aí, o mecanismo falha, e ele realmente engasgue aí você precisa agir.