Destaque, Dicas, Gestação, Mommy to be

Baby moon: viagem a dois para os futuros papais



Baby Moon? Exatamente! Uma segunda lua de mel para o casal que, em breve, se tornará pai e mãe de bebê. Vale muito à pena!

baby-moon

Uma das coisas que mais gosto de fazer no sábado é assistir a programação da Discovery Home & Health, que é voltada para família, na verdade, para a mulher (meu marido detesta! rs).

Há alguns finais de semana atrás assisti um programa maravilhoso para ajudar casais grávidos e a sugestão da “analista” foi de fizessem uma lua de mel para se aproximarem mais. Na verdade, o nome é “baby moon“. Achei aquela ideia incrível e me identifiquei demais.

Me identifiquei porque casei grávida (eu e meu marido já morávamos juntos há um ano, quando engravidei e aí casamos) e nossa lua-de-mel serviu para nos curtirmos (claro!) e nos prepararmos ainda mais para a chegada do nosso primeiro filho, já estava com quase 07 meses.

Nossa viagem foi para Punta Cana, um lugar incrível e que iremos voltar, agora, com nossos dois filhotes!

Resolvi compartilhar esta ideia da “baby moon” com vocês e dar algumas dicas para curtirem muito um ao outro, antes da chegada do bebê.

1. A escolha do lugar.

Por ser uma espécie de lua-de-mel, na minha opinião nada melhor do que um lugar que nos remeta ao clima de paixão, amor…

Escolhemos Punta Cana por ser um lugar lindo, além de ter todo aquele clima delicioso do Caribe, e também porque queríamos praia. Não podíamos ter acertado melhor.

A viagem, tranquila, não é nada daquelas milhares de horas num vôo e parando um monte de escalas ou conexões. Procure lugares que tenha esse clima de paixão, onde vocês encontrarão vários casais, assim, acabamos criando, inclusive, amizades

(isso aconteceu com a gente. Conhecemos um casal que havia casado um dia depois da gente e que ela estava com 5 semanas a menos do que eu. Então acabou que fizemos muitos programas juntos, além de termos curtido muito o hotel também!).

2. A escolha do hotel.

Como queríamos descansar e nos curtir, optamos por um resort (mais um dos motivos que Punta Cana foi a eleita por nós dois!), afinal, tem coisa melhor do que acordar e já estar de cara com o mar? Eu amo!

Lembre-se de que, por estarmos grávidas, nos cansamos mais facilmente, além de não podermos fazer muita “estripulia”, então, lembre-se de escolher um hotel que possa facilitar a sua vida… nada de locais longes em que se precise de carro ou táxi para tudo, afinal, o objetivo desta viagem é curtir cada segundo ao lado do marido, porque em breve haverá um lindo baby, que vai exigir muito de você, mamãe, e querendo ou não, o papai fica de lado por um tempo.

3. Programinhas a dois.

Um dos erros que eu e meu marido erramos foi em querer vários passeios turísticos. Apesar de termos curtindo um monte, muitas vezes, eu chegava muito cansada e só queria comer e cair na cama.

Na minha opinião, é muito mais gostoso ficar no hotel ou fazer passeios próximos, nada daqueles que duram o dia inteiro, já que nossa energia, quando estamos grávidas, é menor.

Como falei acima, há possibilidade de fazermos novas amizades numa viagem assim, e isso é delicioso, afinal a “vibe” é a mesma.

Conheço muita gente que opta em ir para Miami ou Orlando, aproveitando para montar o enxoval. Eu não sei se optaria por uma viagem assim, pois, por mais que aproveitamos o nosso marido, o foco acaba se tornando o bebê, fugindo do objetivo que é curtir o casal.

Eu quero muito ter uma lua-de-mel com meu marido, ainda mais depois do nascimento do nosso Arthur, principalmente, para poder curti-lo muito, mas preciso dizer que a nossa “baby moon” foi deliciosa. Valeu demais! Eu recomendo!



  • Sou louca pra conhecer Punta Cana, mas com certeza será a nossa segunda lua de mel e sem as crianças.

    • Amiga, acho que Cancun é mais sua cara e do Fred, principalmente para irem sem as crianças, viu???