Amamentação, Mommies & Goodies

Aleitamento materno e exercícios físicos

exercicios-no-pos-parto

Uma das perguntas que mais recebo atualmente é sobre a minha rotina de exercícios e a amamentação, já que tenho compartilhado meus treinos no Snapchat (já segue lá? Não? @babydicas te espero!) e continuo amamentando firmemente o Pedro. E a pergunta mais recorrente é “você malhando assim o seu leite não diminui?”. Não, o meu leite não diminuiu por eu ter voltado a praticar exercícios físicos.

Mas o meu leite não diminuiu porque tomo uma série de cuidados para que isso não aconteça e vou falar de todos eles para vocês.

1. Antes de retornar à prática de atividades físicas, consulte o obstetra para que ele dê autorização.

Aqui não é apenas pela preocupação com o aleitamento materno, mas com a própria mãe, afinal, o corpo pode ainda não estar pronto para retomar os exercícios físicos, e acabar prejudicando (e muito!) a mãe.

Nada de voltar a malhar sem a autorização do obstetra!

2. Durante a prática de exercícios físicos, se hidrate muito.

Depois que o obstetra te liberar para a prática de exercícios físicos, procure uma academia que te agrade e um profissional que saiba lidar com o pós parto da mulher. Isso é fundamental! Antes de voltar a malhar, informe ao profissional que você está amamentando. Eles precisam saber dessa informação, pois os exercícios serão prescritos levando-se em conta esse fato.

Quando estiver malhando ingira bastante água. Por exemplo, na minha rotina de exercícios, faço musculação e depois 30 minutos de exercícios aeróbicos. Enquanto na musculação, tomo 1 a 1,5 litro de água, quando estou na esteira ou na escada, por exemplo, tomo mais 2 litros no mínimo, assim, não fico desidratada e a produção do meu leite continua sendo realizada.

3. Percebeu que o leite diminuiu? Diminua a carga e a intensidade dos exercícios.

Quando eu ganhei o Arthur (número 2) voltei a treinar após 03 meses do nascimento dele. Super afobada, porque queria meu corpo de qualquer jeito de volta – não se iluda, porque isso não vai acontecer da noite pro dia – e aí fazia musculação, muay thai, corrida e tudo o mais que eu conseguisse.

Claro que o meu corpo sentiu e a primeira coisa que percebi foi a diminuição do meu leite. Como não queria parar de amamentar tão cedo, diminui a intensidade dos exercícios aeróbicos e a carga da musculação. além, claro, de ter aumentado a quantidade de água consumida, conforme disse no item 2.

4. Espere 40 a 60 minutos após os exercícios para amamentar.

Depois que sair da academia, eu sempre espero de 40 a 60 minutos para amamentar o Pedro. Aqui preciso fazer uma parênteses, como o Pedro já tem a sua rotina de mamadas, eu consigo malhar tranquilamente, voltar para casa e ainda aguardar esse tempo para voltar a amamentar.

Esse tempo pós-exercícios me foi recomendado pela pediatra dos meninos, que me informou sobre a mudança do sabor do leite, depois que se pratica exercícios físicos, por conta do ácido lático que é produzido (claro que se não houver uma boa prescrição dos exercícios). Com essa mudança, existem bebês que não aceitam e param de mamar.

5. Não faça dietas excessivamente restritivas.

Na ânsia de voltar ao corpo antes da gestação, muitas mulheres se matam na academia e ainda fazem dietas super restritivas. Isso é um grande erro e pode colocar em risco o leite do seu filho! Eu sei que ninguém quer ficar com aquele corpo, digamos, diferente depois que o bebê já está fora da barriga.

Mas a mudança do corpo levou 40 semanas e não será em 2, 3 meses que você vai conseguir voltar à boa forma. Leva-se até 01 ano para que tudo volte ao lugar, mesmo malhando.

Os exercícios físicos são ótimos para a melhora da autoestima da mulher, e com isso, seu humor, seu sono, sua disposição também mudam. Eu, por exemplo, preciso malhar para me sentir bem e disposta.

Mas para quem amamenta, dietas muito restritivas não são nada adequadas, porque o leite vai diminuir, na verdade, a sua produção será comprometida.

O meu conselho aqui é que a mulher procure um profissional de nutrição que tenha especialização em gestante e pós parto, porque ele irá te orientar e fazer uma dieta de acordo com as suas necessidades e a do bebê.

6. Utilize um top com maior sustentação

Com a amamentação os nossos seios ficam maiores e mais pesados, então, se tiver um top com uma ótima sustentação, coloque-o sem pensar duas vezes. Se não tiver, coloque pelo menos dois tops, assim os seios não sentirão tanto caso você resolva dar uma corrida, por exemplo.

Tenho certeza de que com essas dicas você vai conseguir conciliar os exercícios físicos com a amamentação do seu bebê.