Comportamento, Destaque, Mommies & Goodies, Mommy to be, Reflexões de Mãe

A maternidade não se resume a parto e amamentação



a maternidadenão se resumeao parto nem à

Atualmente as brigas entre mães e futuras mães está tomando conta de todos os lugares, seja de modo real ou virtual, principalmente, quando envolvemos dois temas, parto e amamentação. Agora quero dizer para todos que me leem neste momento: a maternidade não se resume a parto e amamentação!

Não, a maternidade vai muito além do tipo de parto que você teve ou que escolheu e vai ainda mais do aleitamento do bebê. A maternidade é muito maior do que esse dois temas, pelos quais as pessoas resolveram travar uma guerra. Aliás, pessoas, que são mães ou serão! E aí é que, para mim, a coisa se torna muito mais séria, afinal são pessoas que deveriam ser exemplo para os filhos!

Mães se digladiando, porque fulana optou por uma cesárea, ou porque ciclana quis um parto normal humanizado em sua própria cama.

Vem cá, por que as pessoas não podem fazer a opção que, para elas, é o melhor?!? Essa decisão só cabe a quem vai passar pela situação. Não me interessa que a fulana resolveu dar leite artificial para o seu bebê ao invés de amamentar, porque ela assim o quis.

Isso serve até para mim mesma. Eu já julguei pessoas próximas que não quiseram amamentar, porque o peito doía, porque não se sentia bem, enfim, por “n” motivos. Mas essa decisão é pessoal! Quem sou eu para dizer que a decisão dela está certa ou errada? A verdade é que informações todos temos e aí cabe a cada uma decidir o que é melhor ou não, seguir os protocolos ou não.

Eu tenho acesso a todo tipo de informação, e sei que não existe nada mais poderoso do que o leite materno. E, sim, eu optei pelo leite materno exclusivo para os meus filhos até os 06 meses e depois mamaram, por quase, 02 anos. Mas isso não me define como uma mãe melhor do que a outra que nunca deu o peito. Ela também é mãe e, certamente, quer ser a melhor mãe para seu (s) filho (s).

Eu tive 03 cesáreas, mas queria muito o parto normal. Tentei, mas não consegui. Mas sou mãe do mesmo jeito que as mães que conseguiram ter os seus partos normais. Nós somos mães da mesma forma!

Não existe isso de ser uma mãe melhor ou pior, porque teve uma cesárea, porque teve um parto normal, porque amamenta ou porque dá mamadeira.

A grande verdade é que todas nós somos mães! E o que importa é o agora: com os nossos filhos, neste mundo tão louco! Agora é o que realmente importa, afinal, precisamos educá-los, protegê-los e torná-los pessoas muito melhores do que as que convivemos atualmente, onde o ter importa muito mais do que o ser!

Portanto, chega de tantos julgamentos, de tantas brigas. São totalmente desnecessários! Isso tudo não vai nos levar a lugar algum. Gaste o seu tempo educando o seu filho, brincando com ele, isso sim, é importante e vai fazer diferença lá na frente, quando ele for adulto. Você discutir, porque eu amamento ou porque tive cesária, não vai acrescentar absolutamente nada na sua vida, na vida do seu filho! Ele já nasceu, ele já está alimentado e o que importa, agora, é a saúde dele, é a pessoa que ele vai se tornar!

Isso sim faz diferença! Mais uma vez, a maternidade não se resume a parto e amamentação!